O ano de 2019 foi de crescimento e desenvolvimento para as casas das redes Mr. Hoppy e Porks e as perspectivas para 2020 são ainda mais promissoras e otimistas. As redes buscam novos parceiros que estejam interessados em abrir franquias das lojas e expandir os negócios em Belo Horizonte e interior do estado já no primeiro semestre. A última unidade Mr. Hoppy em BH foi inaugurada no bairro Prado em novembro e já tem bons resultados. 

Divulgação/Mr Hoppy

As marcas Mr. Hoppy e Porks – Porco & Chope somam, juntas, 48 lojas em quatro regiões do país (Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste) em menos de quatro anos de história. Em 2018, as duas redes atingiram faturamento bruto de R$ 30 milhões e, em 2019 chegou ao valor aproximado de R$ 57,6 milhões. Hoje, o Mr. Hoppy está presente, ao todo, em oito estados, com 38 lojas, e o Porks com 10 unidades divididas em quatro estados brasileiros. Para 2020, a expectativa é a abertura de mais 15 lojas da franquia Mr. Hoppy e outras 10 Porks em todo o país. O faturamento estimado para este ano é em torno de R$ 80 milhões.

Com preços médios em torno de R$ 10, o sucesso das unidades do Mr. Hoppy está no formato que confere excelente custo benefício. O crescimento da rede é impressionante e a marca já se insere entre as maiores do país. Criada pelos empresários José Araújo Neto e Vinicius Sampaio, o Mr. Hoppy surgiu com o intuito de oferecer o melhor custo-benefício na hora de comer um hambúrguer de qualidade e tomar um chope artesanal. O modelo “pague e leve” é um dos pilares do sucesso da marca, com um cardápio que inclui mais de oito opções de chope, com valores a partir de R$ 8. O menu de hambúrgueres inclui seis opções, com preços de R$ 10 a R$ 18. Ao todo, a Mr. Hoppy vende mensalmente 90 mil litros de chope e 70 mil hambúrgueres.

O Mr. Hoppy nasceu nos festivais gastronômicos de rua, em uma velha Kombi adaptada, servindo chopes artesanais. Depois abriu sua primeira loja física em Curitiba, com foco em revolucionar o mercado de hambúrgueres e chopes artesanais, com boa música, ambientes descontraídos, atendimento diferenciado e preços competitivos. Agora a empresa quer ampliar sua base de franqueados em Minas Gerais e valorizar a produção e venda de cervejas artesanais locais.

Além dos chopes, as casas também oferecem cartas de vinhos e drinks e um cardápio enxuto e com opções divertidas de sanduíches como o Hoppy Melt – pão, hambúrguer (carne ou vegetariano), maionese, cheddar derretido coberto por cubos de bacon crocante; Barbie Kill – pão, hambúrguer (carne ou vegetariano), maionese, queijo mozzarella, molho barbecue secreto coberto com cebola crispy; Bacon Paradise – pão, hambúrguer (carne ou vegetariano), maionese, creme de bacon coberto por bacon em cubos e ainda petiscos como o Lord of the Onion Rings – anéis de cebola com molho BBQ e os mini churros Dona Florinda de Doce de Leite. Os preços variam entre R$ 8 e R$ 15.

Divulgação/Mr Hoppy

Para se tornar um franqueado Mr. Hoppy é preciso ter sangue empreendedor, comprometimento e disposição para realizar um bom controle financeiro. Outro requisito é ter habilidade para liderar e motivar seus funcionários e interesse em fidelizar os clientes por meio de um bom atendimento e relacionamento com o público. O caminho para fechar uma franquia com a Mr. Hoppy passa pela assinatura do contrato e pagamento da taxa de franquia, busca do ponto ou loja, desenvolvimento do projeto arquitetônico, montagem da loja, cronograma de treinamentos e inauguração.

Nas unidades, não há garçons e o cliente deve fazer o pedido no balcão. Trabalhando com poucos funcionários e com um cardápio pequeno foi possível reduzir as despesas com pessoal e armazenamento de produtos, o que permite uma diminuição nos gastos com estoque e logística de alimentos. Interessados na franquia podem obter mais informações pelo Instagram: @mrhoppybrasil.

Porks 
A rede Porks surgiu com a ideia de trabalhar a combinação dos chopes artesanais locais com petiscos de carne de porco e muito Blues e, como os mineiros são os maiores consumidores de carne suína no Brasil, a primeira casa do Porks foi aberta em Belo Horizonte, em agosto de 2017. E, para testar a solução em um mercado diferente, a segunda casa foi aberta em Curitiba, em outubro de 2017, em frente ao Museu Oscar Niemeyer, cartão postal da cidade.

A aceitação do público foi grande e o crescimento da marca foi rápido. A terceira casa foi aberta em Belo Horizonte em janeiro de 2018 e a quarta em Curitiba, em junho do mesmo ano. Agora, a rede Porks deseja ampliar suas bases e abrir para franqueados que estejam interessados em investir na marca.

A sua proposta é a do auto-serviço, baseado nos pubs americanos e europeus, onde o cliente mesmo faz seu pedido no balcão e retira seu produto. Isso reduz custos através de pouco pessoal e viabiliza preços mais acessíveis e maior margem de lucro. O foco do Porks é oferecer ao público comida de qualidade, chopes artesanais locais, música de qualidade por um preço acessível, sem couvert e com atendimento descomplicado.

Os requisitos para se tornar um franqueado Porks são os mesmos do Mr. Hoppy. O franqueador oferece aos franqueados análise econômica, apoio na busca do ponto comercial, apoio na implantação da franquia, auxílio nas negociações dos pontos comerciais baseadas em estudos de viabilidade, disponibilização dos manuais de operação, consultoria de campo qualificada e focada em análise de desempenho, programa completo de treinamento ao franqueado e capacitação da equipe de atendimento, apoio no desenvolvimento do projeto arquitetônico, sistema de controle operacional, suporte em marketing, tecnologia da informação, visual merchandising e operações e também consultoria para crescimento dentro da própria rede. Interessados podem obter mais informações pelo Instagram: @porks_museudoolho