Conceito inovador apresenta lançamentos e tendências numa exposição que mescla arte e arquitetura

A BEL LAR e a Deca lançaram a instalação PELES, com uma cenografia montada na loja que busca se conectar principalmente com os elementos que dão nome a exposição. A BEL LAR está apostando neste conceito de conexão entre as marcas que compõe seu portfólio e os clientes da loja. Ao invés de expor os produtos em um showroom clássico, tanto o fornecedor quanto a BEL LAR compõem uma instalação que transita entre a arte e a arquitetura, com a exposição de produtos em uma proposta inusitada.  

Crédito: NY18 / Divulgação

Assim, a instalação PELES reforça o protagonismo destes aspectos, que podem ser percebidos nos lançamentos de 2020 da Deca, em especial na categoria de louças para banheiro. Quanto à construção de conceito, a instalação parte de um referenciamento a alguns aspectos simbólicos presentes na Teoria das Cinco Peles, criada pelo austríaco Friedensreich Hundertwasser que traduz-se na demonstração de uma lógica concêntrica de camadas que revelam a conexão e integração do ser humano com o planeta, entendendo as peles que se extravasam para além da pele do corpo. Em sua ideologia, Hundertwasser nomeia cinco peles/camadas consecutivas: a epiderme, o vestuário, a casa, a identidade social e a estratosfera. A partir deste entendimento, a instalação cenográfica busca estabelecer uma analogia simbólica à teoria, posicionando as marcas DECA e BEL LAR como a camada CASA, por intermediar a relação entre o usuário (epiderme) e a natureza ampla e experiencial (estratosfera), na construção dos espaços.

Estão presentes, também, a estética urbana e brutalista das cubas cimentícias, emcongruência com a camada IDENTIDADE, além das cubas nas cores verde (KaleGreen) e azul (Blue Navy) como síntese da ESTRATOSFERA, evocando a forçaelementar da água e da vegetação como fortes símbolos de conexão com anatureza. A junção de todas escolhas compõe uma estética com claras referênciassurrealistas, como presentes nas ilustrações de TishkBarzanji e na arquitetura deRicardo Bofill Levi.

Crédito: NY18 / Divulgação

Segundo Roger Lages, arquiteto da BEL LAR que ajudou a desenvolver esse espaço, a proposta da instalação é lúdica, com estética surrealista e utópica, contudo, de acordo com as principais tendências de design, louvando o uso dos arcos de forma consecutiva e em camadas. “Esse conceito ajuda a refrescar a visão dos arquitetos, profissionais mais atentos a essa tendências. Essas referências estão no nosso dia a dia, desde um cenário até mesmo na capa de um CD. O ponto de venda, realizando esse formato de apresentação de conceitos, se conecta com as novidades e isso torna a experiência dos consumidores mais valiosa e inovadora. Assim, o cliente também pode percebe a versatilidade dos produtos num contexto bem mais sensível.”, afirma.

Um dos destaques dessa nova coleção é a cuba no design L1050, bastante explorada não só pela congruência com o conceito mas porque é um modelo bastante contemporâneo, minimalista e forte. Além de possuir mais de 20 variantes entre cores e texturas, demonstra-se um ótimo elemento pro processo de especificação projetual. As cubas L70 cimentícias e L737 nas cores Kale Green e Blue Nav, além de Metais da linha Tube, são as estrelas dessa instalação e estão disponíveis pra venda na casa.

Instalação: BEL LAR Casa Contemporânea
Parceria: Deca
Direção de arte: Roger Lages
Cenografia: Roger Lages e Par Cenografia

LOCAL: 
BEL LAR Casa Contemporânea
BR 356, 3300, Santa Lúcia
Belo Horizonte – MG

TELEFONE: (31) 3254-2000
https://bellar.com.br/
Instagram: instagram.com/bellarcasacom