Edição online terá como cenário o Jardim Japonês

No próximo dia 07 de julho, as 19h, acontece mais uma edição do MATSURI MINAS-JAPÃO (Matsuri significa Festival em japonês).Este próximo evento terá como nome TANABATA MATSURI MINAS-JAPÃO (Festival das Estrelas). O nome vem de uma tradição japonesa, cuja origem gira em torno de uma lenda milenar, que acontece em torno do sétimo dia do sétimo mês do calendário lunar.

Crédito: ACCTBB/Divulgação

O evento contará com a participação de artistas com apresentações musicais, danças típicas japonesas e apresentação da lenda das estrelas, além de um debate relevante sobre a importância dos espaços culturais para a promoção do turismo local; palestra e apresentação de pontos turísticos, por um guia de turismo, ressaltando a importância estes espaços culturais integrados com a cultura japonesa.

Os nomes dos participantes serão Eliane Parreiras, Presidente da Fundação Clóvis Salgado, responsável pela implementação em 2008 do Memorial da Imigração Japonesa – Parque Ecológico Francisco Lins do Rego e Jardim Japonês – Fundação Zoobotânica;

Sérgio Augusto Domingues, Presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, responsável pela gestão do Memorial da Imigração Japonesa – Parque Ecológico Francisco Lins do Rego e do Jardim Japonês – Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica;

Ana Maria Torres Ferreira Nunes, na condição de Guia de Turismo e Palestrante;

AngelaisaGote Toyota, cujo nome artístico é Isa Toyota, fez apresentações em diversos festivais de cultura japonesa como o Show da Imigração Japonesa, I Ganbaxé Mulheres, Festival do Japão de Vinhedo;

Takeshi Nishimura, cantor, com premiações como Grand-Pix do Concurso Kodomo-no-Sono, Concurso Brasileiro da Canção Japonesa ABRAC, Campeão do Grand-Pix “Brasil Taishu Ongakusai” em 2007 e Prêmio Rijityousho no “Nippon Taishu Ongakusai” realizado em Tóquio/Japão, Pocket-Show na província de Gifu-ken/Japão, além de Prêmio “Consulado Geral do Japão em São Paulo e apresentação em diversos festivais de cultura japonesa.

O TANABATA MATSURI MINAS-JAPÃO será virtual, transmitido pelo Canal do Youtube do Festival do Japão (https://www.youtube.com/c/festivaljapaominas), tendo como cenário o Jardim Japonês – Fundação Zoobotânica e do Memorial da Imigração Japonesa,no Parque Ecológico Francisco Lins do Rego, na região da Pampulha – Patrimônio Cultural da Humanidade, em Belo Horizonte. A utilização desses espaços turístico-cultural de BH como palco das ações do evento tem como intuito em promover e divulgar esses importantes espaços.

Todas as ações serão realizadas numa localização extremamente importante na região da Pampulha, onde situa o Conjunto Moderno da Pampulha, tombado como Patrimônio Cultural pela UNESCO, composto por grupo de monumentos nos arredores da Lagoa da Pampulha sendo um dos cartões postais da cidade, com a produção de imagens desses locais apresentados no projeto além das apresentações a serem realizadas, irá potencializar o circuito de turismo da região da Pampulha em Belo Horizonte.

Crédito: ACCTBB/Divulgação

O evento conta com Patrocínio da Belotur e é realizado pela Associação de Cooperação em Cultura e Tecnologia Brasil-Japão/ ACCTBJ.

Acompanhe a programação nas redes sociais:

https://www.instagram.com/festivaldojapaominas

https://www.facebook.com/festivaldojapaominas

A Lenda do Tanabata

Era uma vez uma Princesa Tecelã chamada Orihime, filha de Tenkou, o Rei Celestial e um Príncipe Pastor chamado Hikoboshi, que viviam na Via Láctea. Em certo momento se encontraram e se apaixonaram um pelo outro. Os dois sempre foram muito trabalhadores e responsáveis com seu trabalho, porém desde que começaram a viver o romance, o jovem casal deixou de cumprir com as obrigações e tarefas diárias como de costume, provocando a ira no rei Tenkou, que resolveu separá-los em lados opostos do rio Amanogawa (Via Láctea). Orihime chorou e implorou muito a seu pai, que se comoveu e concordou em deixá-los se encontrarem somente uma vez por ano, no dia 07 do mês de julho do ano lunar, sendo representados pelas estrelas Vega e Altair.

Como seus pedidos foram atendidos e em agradecimento à dádiva recebida, o casal atende a todos os pedidos vindos da Terra. Desejos escritos em tiras de papéis coloridos (Tanzaku) e pendurados em bambus (sasadake)

Tradição do Tanabata Matsuri

Durante o Festival Tanabata, existe o costume de se escrever desejos em uma tira de papel colorido (Tanzaku), que depois são pendurados em ramos de bambu, na esperança de que o desejo se torne realidade. Grandes decorações coloridas (Kusudamas), também são vistas em praças e ruas principais de muitas cidades japonesas.